sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Prêmio Açorianos - Categoria Crônica: A Tristeza Pode Esperar de J.J. Camargo

                              

A Tristeza Pode Esperar de J.J. Camargo é um dos finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura na categoria Crônica:

“Um abraço prolongado”, “um abraço gentil”, “um abraço longo e silencioso”. É assim, apenas com um gesto, que o dr. J.J. Camargo conforta muitos dos seus pacientes nos momentos mais difíceis. Um dos nomes de referência em cirurgia torácica, responsável pelo primeiro transplante de pulmão da América Latina, o dr. Camargo se depara todos os dias com dramas de difícil solução. Mas se as doenças se repetem, os pacientes são sempre diferentes, e suas histórias, de emocionar. Com uma escrita primorosa que reflete os anseios daqueles que o procuram para compartilhar seus medos, Camargo recupera aquilo que jamais deveria ter sido deixado de lado, o fator humano. Além de uma doença, cada paciente tem uma história, e o doutor está sempre pronto para ouvir. (Os Editores)

J.J. Camargo é professor de cirurgia torácica na UFCSPA e Doutor em pneumologia pela UFRGS, onde se formou em 1970. Fez especialização na Clinica Mayo (EUA). Foi pioneiro no transplante de pulmão na América Latina e o primeiro a realizar transplantes de pulmão com doadores vivos fora dos EUA, em 1999. É presidente da Academia Sul-Rio Grandense de Medicina e membro titular da Academia Nacional de Medicina. Publicou três livros na sua especialidade e é autor de Não Pensem Por Mim (Crônicas, AGE, 2008). Tem uma coluna semanal no caderno Vida de Zero Hora.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário