Postagens

PROJETO UNIVERSIDADE ABERTA ESTÁ DE VOLTA!

Imagem
"INTRODUÇÃO AO BOOM LATINO-AMERICANO"

1. A Revolução Cubana e a Invenção da América Latina:
Sobre outras revoluções:
Século das Luzes, de Alejo Carpentier;  
A morte de Artêmio Cruz, de Carlos Fuentes.

2. A Revolução na Linguagem e nas Estruturas Narrativas:
A cidade e os cachorros, de Vargas Llosa;
Rayuela, de Cortázar;
Três tristes tigres, de Cabrera Infante.

3️. Triunfo e Ocaso do “Boom”
Cem anos de solidão, de García Márquez;
Pantaleão e as visitadoras, de Vargas Llosa.
O desencanto com a Revolução:
Persona non grata, de Jorge Edwards.

PALESTRANTE: Sergius Gonzaga (UFRGS)

QUANDO: Acontecerá em três encontros 23/abr;  07/maio; 14/maio

INSCRIÇÕES e INFORMAÇÕES: 51 32898052 - 32898050 - cll@smc.prefpoa.com.br / Inscrições 30min antes do evento (conforme disponibilidade) ou mediante reserva de vagas nos contatos.

HORÁRIO:  18h30min  às 20 horas.

LOCAL: Sala Álvaro Moreyra - Erico Verissimo, 307 – Centro Municipal de Cultura Arte e lazer Lupicínio Rodrigues.

VALORES: R$30 e RS20 (para estud…

Projeto "Por um Mundo mais Literário"

Imagem
A narrativa lembra muito a escrita de Machado em Memórias Póstumas de Brás Cubas. O narrador dessa história, muitas vezes, observador e também em primeira pessoa, insere uma personagem negra, cujo nome é Leandra, que teve uma vida meio injustiçada, pautada no preconceito racial. 
De início, quando entramos em contato com a leitura, percebemos que a morte atinge em cheio a personagem principal atirada no "chão da cozinha", e esta, por sua vez, analisa desde a infância a adolescência suas atitudes que levaram para a morte. A partir dessa narrativa, embora algumas passagens tornem-se repetitivas, em virtude do trauma causado pela tia Zuleica, ganha-se um sentido completo no final e as justificativas são todas explicadas nesse término.
Algumas situações machucam tanto o leitor quanto a personagem, num enredo pulsionado pelas críticas, por Leandra ser negra, vinda de uma classe social inferior e morar na periferia.  A morte é apenas uma consequência disso tudo!


Reinaldo Júnior, Estag…

Poemas no Ônibus e no Trem / 2016-2017

Imagem