quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Gaúchos nas leituras da UFRGS: Tabajara Ruas

Ganhador do recente Prêmio Especial do Júri no Festival de Cinema de Gramado (2014) pelo seu segundo filme Os Senhores da Guerra, Tabajara Ruas também tem uma relevante lista de obras publicadas, especialmente abordando o tema da Revolução Farroupilha, tal como seus filmes.
Sua primeira publicação, em conjunto com o ilustrador Flávio Colin, foi uma história em quadrinhos em papel jornal e preta e branca, A Guerra dos Farrapos (1985). Depois disso escreveu um romance histórico chamado A Cabeça de Gumercindo Saraiva (1997), sobre um caudilho da fronteira. Até que, pouco depois, chegou à obra política O Amor de Pedro por João (1998), leitura obrigatória da UFRGS 2015, e, convenientemente, no ano em que o golpe militar completa 50 anos.
Tendo a Ditadura Militar como cenário, a história é contada para além da militância política. A obra trata de solidão e esperança de ativistas políticos que, exilados num Chile governado por Allende, são obrigados, depois de sua ascensão, a fugir para a Europa. A partir desse viés a narrativa, sob um tom confessional, acaba descrevendo certo saudosismo de pátria e uma reconstrução da memória nacional, além de ter um forte tom de desabafo e relatos íntimos.

Num tempo fragmentado um narrador onisciente conta a trajetória de João Guiné, Sepé, Micuim, Ana, Hermes e tantos outros que encontram-se no caminho desse romance sem dimensões heroicas, mas sim humanas, que apesar da violência da repressão e dos fuzis encontram dramas e desventuras românticas num espaço de permanente conflito entre insanidade e realidade, risos e medo, tendo como combustível a esperança e a solidariedade.

É importante destacar um capítulo o qual ganhou até mesmo um curta-metragem dirigido por Jorge Furtado e José Pedro Goulart (1986) O Dia em que Dorival Encarou a Guarda. Esse episódio de transgressão começa quando Dorival pede para tomar um banho, recebendo a negativa ele decide contestar e enfrentar, se deparando com arbitrariedade, insensatez e  a tirania da época.  

O Amor de Pedro por João está disponível no acervo da Biblioteca Municipal Josué Guimarães (Av. Erico Verissimo, 307)

Nenhum comentário:

Postar um comentário