terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Prêmio Açorianos: Medo dó de medo monstrto

O escritor gaúcho Hermes Bernardi Jr. também figura entre os finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura 2012 na categoria Infantil, com o livro Medo dó de medo monstro.
O escritor gaúcho Hermes Bernardi Jr. também figura entre os finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura 2012 na categoria Infantil, com o livro Medo dó de medo monstro (ZIT Editora, 2012). O livro, como é reconhecível pelo título, trata do medo e de todas as suas implicações no desenvolvimento infantil. A história nasceu, Hermes faz questão de explicitar, depois de ler um trecho de um livro chamado O gato e o escuro, do moçambicano Mia Couto, autor preferido de Hermes. O trecho referido abaixo:

"Acontece assim: o gatinho gostava passear-se nessa linha onde o dia faz fronteira com a noite. Faz de conta o pôr do sol fosse um muro. Faz mais de conta ainda os pés felpudos pisassem o poente". 

Hermes então criou o mundo dos monstros manchas, o monstros não possuem uma caracterização definida, justamente para forçar a imaginação dos leitores. Ao criar os personagens e deixar a caracterização e as descobertas justamente para os leitores, Hermes fez da história um pano de fundo para tratar a questão do medo. Aborda temas delicados com perguntas, como por exemplo, o questionamento sobre quais são os medos (da criança) existentes, quantos medos, será que o medo tem medo também? Ao interligar estas questões, não trata exclusivamente sobre o medo, mas as relações de amizade, e as noções de respeito e cidadania. Desse modo, o autor busca criar um diálogo com a criança e da criança consigo própria.

Hermes Bernardi Jr é gaúcho natural de São José do Ouro. É escritor, contador de histórias e coordenador regional da Associação de Escritores e Ilustradores de Literatura Infantil e Juvenil. Atualmente reside em Porto Alegre.

Confira abaixo um trecho do livro:

Por que o sol quente destranca esse medo frio? Porque dia de sol é dia da invasão dos monstros manchas.
Ou é o feriado monstruoso e manchado.
Em dias assim eu apresso o passo para chegar em casa logorápidodemais.
Porque se é dia de passeio deles eu é que não vou ficar na rua. Não sou monstro!



Nenhum comentário:

Postar um comentário