domingo, 9 de dezembro de 2012

Prêmio Açorianos: Decifrando Ângelo

Livro de Luís Dill é finalista do Prêmio Açorianos de Literatura 2012 na categoria Infanto-Juvenil.
O retrato da violência urbana na sociedade jovem é o tema chave do livro finalista da categoria Infanto-Juvenil Decifrando Ângelo, de Luís Dill. Concorrendo ao Prêmio Açorianos de Literatura 2012 ao lado de Celso Sisto (Continhos suspirados com poesia para depois das cinco) e Caio Riter (Eu e o silêncio do meu pai), o autor porto-alegrense faz da realidade sua ficção: utiliza-se dos exemplos factuais que desenham os atos de violência na atualidade para contar a história de um evento típico dessa situação (infelizmente) típica.

Pra isso, Luís Dill narra a trama de forma diferente. Substitui a velha narrativa tradicional por um roteiro de documentário disposto em uma estrutura instigante e inovadora. Sua matéria narrada se transforma, dessa maneira, em diferentes discursos que, por serem produzidos por diferentes personagens, se limitam (ou não) através das versões pessoais de cada um. A responsabilidade, assim, cai sobre as mãos dos entrevistados, e é por eles que a trama é construída. Pela verdade de cada um.

Nenhum comentário:

Postar um comentário