terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Noite do Livro em imagens

Como vocês já devem saber, ocorreu ontem a 18ª edição do prêmio literário mais tradicional de Porto Alegre: o Açorianos de Literatura. Com o Teatro Renascença repleto, Humberto Gessinger e Vivian Schäffer anunciaram os vencedores das dez categorias (confira a lista completa). O Secretário Muncipal da Cultura, Sergius Gonzaga, e o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, revelaram o ganhador do 2º Prêmio de Criação Literária e o Livro do Ano, respectivamente.

E foi justamente no Livro do Ano que um fato inédito na história do Açorianos de Literatura aconteceu: Celso Sisto foi o primeiro autor infantil a receber o título máximo da premiação, com seu livro Diáfana

Outro ponto alto da noite foi a homenagem que Humberto prestou ao escritor Moacyr Scliar, falecido no começo deste ano. Após a exibição de um vídeo em que Scliar recitava alguns trechos de seus livros, o músico tocou "Exército de Um Homem Só", canção inspirada no livro homônimo do escritor.

Confira abaixo algumas imagens da cerimônia. As fotos são de Schari Kozak:

Humberto Gessinger esteva bem à vontade durante toda a premiação.
Vivian Schäfer anunciou os finalistas de cada categoria.

Nelson Rego fez questão de agradecer a seu professor Charles Kiefer, durante seu discurso.
O grande vencedor da noite foi Celso Sisto, que ganhou na categoria Infantil e o Prêmio de Livro do Ano
O Banco de Livros da Fiergs foi um dos Destaques Literários apontados pelos jurados do  Prêmio.
Samir Machado de Machado recebeu o troféu na categoria Capa, por seu trabalho em Quero Ser Reginaldo Pujol Filho.

Mariana Bertolucci e sua filha subiram ao palco para receber o Prêmio na categoria Crônica
Doris Haussen, coordenadora da Série Autores Gaúchos, produzida pela Famecos, agradeceu a todos os alunos que participaram do projeto.
Por seu trabalho em 40 Microcontos Experimentais, Airton Cattani ganhou o troféu na categoria Projeto Gráfico.
Marcelo Carneiro da Cunha não pôde comparecer à cerimônia, mas sua mãe o representou e  agradeceu  aos jurados em nome do filho.
André Dick levou o Prêmio na categoria Poesia por seu trabalho em Calendário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário