quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Dicionário das Mobilidades Culturais

Autoficção. Transportação. Flânerie. Des(re)territorialização. Transnação. Braconagens. Esses não são conceitos -- melhor dizendo, não são palavras -- que a gente costuma ver todos os dias, e é justamente para explicá-los que Dicionário das Mobilidades Culturais: Percursos Americanos, um dos três finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura 2011 na categoria Ensaios, foi publicado. Organizado pela professora Zilá Bernd, o livro reúne uma série de textos sobre essa experiência de trânsito no mundo mundo atual.

Nomadismo, a grande metáfora da mobilidade

O melhor é sempre começar pelo dicionário que nos esclarece que a vida nômade é feita de deslocamentos perpétuos; aquele que não se estabelece nem fixa residência; indivíduos que não têm domicílio fixo (Petit Robert 1, 1984, p. 1276) São sinônimos de nômade: errante, instável, móvel. Etimologicamente, pastor, o que vai atrás de pastagens, estando, pois, ligado à transumância (migração periódica de rebanhos, especialmente carneiros), não respeitando fronteiras nacionais na busca de novas pastagens para seu rebanho.
O dicionário sugere que nomadismo e errância seriam sinônimos, o que é contestado por Rachel Bouvet (2006) que defende a tese da existência de nuanças entre os dois conceitos, sobretudo no que diz respeito à noção de "percurso" (parcours). O nômade sabe onde vai, "ele segue um traçado já conhecido, ou em parte, um itinerário conservado na memória da tribo: ele conhece seu meio ambiente e encontra facilmente seus pontos de referência, signos que lhe permitem continuar seu caminho" (p. 35). O errante, ao contrário, "ignora ainda onde seus passos o levarão; ou ele está em fuga [...] ou em busca de outra coisa e, neste caso, deixa-se facilmente distrair pela paisagem [...], seu olhar se orienta para a frente, para o desconhecido; ele segue em direção ao horizonte". Segundo a pesquisadora quebequense, a questão fulcral de sua reflexão sobre o nômade está no conceito de percurso, elemento que, como sabemos, deriva do movimento e da mobilidade, determinantes da relação do ser que se desloca em seu meio ambiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário