terça-feira, 10 de maio de 2011

Sala de Leitura

Charles Kiefer, escritor gaúcho natural de Três de Maio, já ganhou por três vezes o Prêmio Jabuti de Literatura. Há vinte anos dirige uma prestigiosa oficina literária, sendo o formador de uma leva de bons autores do Rio Grande do Sul, além de ser professor do curso de Letras na PUCRS.
Seus livros já foram editados na França e em Portugal, sendo que alguns já foram adaptados para teatro e cinema, como a peça Quem Faz Gemer a Terra, encenada mais de setenta vezes, inclusive na França, Suíça e Polônia.

CLL - O que está escrevendo?
Charles Kiefer - No momento estou produzindo dois livros. Um de contos, que se chamará Família é uma Coisa Nojenta, e um romance, a ser intitulado Dia de Matar Porco.

CLL - O que está lendo?
Charles Kiefer - Na verdade estou sempre lendo várias coisas ao mesmo tempo, mas eu destacaria a biografia Fernando Pessoa uma quase autobiografia (Record, 736 páginas, R$ 79,90), de José Paulo Cavalcanti Filho.

CLL - E o que recomenda como leitura?
Charles Kiefer - Minha recomendação é o livro de contos Daimon junto à porta, (Dublinense, 128 páginas, R$27,00), escrito por Nelson Rego. Posso dizer que é um livro muito bom, resultado de um trabalho de oito anos do Nelson, que foi meu aluno e saiu-se realmente um ótimo escritor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário