sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O Brasil Desvairado de Mário

Em 25 de fevereiro de 1945 se despediu um dos mais brilhantes intelectuais da cultura brasileira. Mário de Andrade, nascido em 9 de outubro de 1893, realizou uma ampla obra sobre os aspectos folclóricos do Brasil. Seus textos sobre música, cultura e literatura figuram na atualidade como fonte primária de pesquisas históricas, antropológicas e etnográficas.

Na literatura, Mário foi um dos principais criadores da estética modernista e juntamente com Oswald desenvolveu a Antropofagia.

Poeta e romancista, o autor de Macunaíma conseguiu compreender em sua obra aspectos profundos de nossa cultura.


Em seu legado se destacam também compilações de correspondências entre Mário e seus contemporâneos, como Manuel Bandeira e Camara Cascudo. Em 2009, a editora Ouro Sobre Azul publicou Pio & Mário – Diálogos da Vida Inteira que contém cartas trocadas entre o autor e o fazendeiro Pio Lourenço Corrêa, tio do poeta e figura chave para compreensão de sua vida íntima e de sua obra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário