sexta-feira, 18 de julho de 2014

LITERATURA BRASILEIRA PERDE JOAO UBALDO RIBEIRO

 




O escritor João Ubaldo Ribeiro, 73 anos, morreu na madrugada de 18 de julho (sexta-feira), vítima de embolia pulmonar, após passar mal em seu apartamento no Rio de Janeiro, onde morava desde ...1992. Nascido em Itaparica/BA, casado pela segunda vez e pai de quatro filhos, ele é autor de livros como “O Sorriso do Lagarto” (1989) e “Sargento Getúlio” (1971), obra essencial do moderno romance brasileiro.

Ubaldo era o sétimo ocupante da cadeira 34 da Academia Brasileira de Letras, como sucessor de Carlos Castello Branco desde 1994. O seu primeiro livro, “Setembro não tem Sentido”, foi lançado em 1962, iniciando uma carreira que o consagraria internacionalmente como romancista e cronista, reconhecido em 2008 com o Prêmio Camões, mais importante honraria do gênero na Língua Portuguesa.

Bacharel em Direito sem jamais advogar, ele foi também professor de Administração e Filosofia, tradutor e colaborador de “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S. Paulo”, “O Globo” e a “A Tarde”, além de publicações de Portugal, Inglaterra e Alemanha, onde viveu em 1990-91.

Obras de João Ubaldo Ribeiro disponíveis na Biblioteca Pública Josué Guimarães (Av. Erico Verissimo 307, próximo à Ipiranga – fone 3289-8099):

• “Sargento Getúlio”
• “O Santo que não Acreditava em Deus”
• “A Casa dos Budas Ditosos”
• “O Sorriso do Lagarto”
• “Viva o Povo Brasileiro”
• “O Feitiço da Ilha do Pavão”
• “Esse Nosso Português”
• “Vida e Paixão de Pandonar, o Cruel”
• “Já Podeis da Pátria Filhos”
• “Você me Mata, Mãe Gentil”

Nenhum comentário:

Postar um comentário