terça-feira, 11 de junho de 2013

Porto Alegre na Revolução Farroupilha


Nos Fragmentos de hoje, vamos relembrar o livro Porto Alegre Sitiada, de Sérgio da Costa Franco. O título foi lançado em 2010 pela Editora da Cidade, e retrata o cerco que a capital sofreu durante os anos da Revolução Farroupilha. O livro faz parte da série Porto Alegre Revisitada.

Além de utilizar da bibliografia tradicional e das fontes documentais de arquivos públicos, buscou no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, apontamentos inéditos de individuos que lhe forneceram, sobre o episódio, informações adicionais.

A cidade, isolada, com escassez de alimentos e paralizada no que se refere a desenvolvimento, é descrita no texto. Traz com clareza a angústia da população em meio a combates inesperados.

Segue trecho da obra: "(...) Vale dizer que os farrapos simularam atacar por um lado e realmente investiram na área que é hoje a Cidade Baixa. Neste local, chegaram a penetrar na trincheira; porém, para fazê-lo, molharam o cartuchame, ficando sem possibilidades de reagir ao tiroteio dos legalistas, segundo o depoimento do mesmo Araújo Viana (...)".


Fonte: clicRBS
Sérgio da Costa Franco nasceu em Jaguarão, no ano de 1926. Advogado, jornalista e historiador, sempre dedicou-se a memória de Porto Alegre. Neste livro, ele retrata o ocorrido a partir do ponto de vista dos moradores da época. Entre os anos de 1836 e 1840, o povo da Capital sofreu inúmeras restrições, mas nunca chegou a ser dominada. E por jamais ser dominada recebeu o título honorífico de "leal e valorosa". 

Vale lembrar que o livro esta a venda na Coordenação do Livro e Literatura (Erico Verissimo, 307) e disponível no acervo da Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães.









Nenhum comentário:

Postar um comentário