terça-feira, 25 de junho de 2013

Lexicário - Maria Carpi & Claudia Schroeder

Foto: Leonardo Brasiliense
Maria Carpi nasceu em Guaporé, em 1939. Mora em Porto Alegre desde os 15 anos. Aos 50 teve seu primeiro livro publicado, mas já escrevia desde os 36. Com o livro Chama Azul (Editora AGE, 2011), venceu o Prêmio Açorianos de Literatura 2012, na categoria Poesia.
Maria conta ao Lexicário suas palavras preferidas – e não tão preferidas.

CLL - De qual palavra da língua portuguesa tu mais gostas?

Maria Carpi – Arvoredo.

CLL – Qual palavra tu não gostas? Que te doa os ouvidos?

MC – Perpétua.

CLL - E qual palavra tu achas que deveria ser resgatada? (no sentido de
expressão antiga que deixou de ser usada publicamente)

MC – Biombo.
Então eu digo: A luz precisa de um biombo para se vestir

                                                                     




A poetisa Claudia Schroeder nasceu em Santo Ângelo, em 1973. Lançou seu primeiro livro aos 14 anos, com alguns poemas e contos. Em 2011, Claudia foi finalista do Prêmio Açorianos na categoria Melhor Capa, com o livro Leia-me toda (Editora Dublinense). O livro também foi classificado em terceiro lugar no Prêmio Biblioteca Nacional, em 2011.

CLL - De qual palavra da língua portuguesa tu mais gostas?

Claudia Schroeder - Saudade.
 

CLL - Qual palavra tu não gostas? Que te doa os ouvidos?

CS - Rancor. 


CLL - E qual palavra tu achas que deveria ser resgatada? (no sentido de expressão antiga que deixou de ser usada publicamente)

CS - Parcimônia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário