segunda-feira, 15 de abril de 2013

Poesia brasileira em boa fase

Pode-se dizer que a nova poesia brasileira está bem representada. Ou, ao menos, passando por uma boa fase. Além do sopro de entusiasmo causado pelas vendas da antologia “Toda Poesia”, de Paulo Leminski – que ficou no topo do ranking dos mais vendidos no mês de março –, o cenário poético continua efervescente com a criação de coletâneas, antologias e espaços diversos na mídia.

Angélica Freitas, gaúcha de Pelotas, também contribuiu para o aquecimento do mercado das poesias. Seu último livro, “Um útero é do tamanho de um punho”, lançado em setembro pela Cosac Naify, vendeu três mil cópias em menos de dois meses.

Em meio à esta boa fase, a revista “O Globo” reuniu cinco poetas da nova geração para falar sobre... poesia!

De uma extensa lista, os editores de poesia da revista (Carlito Azevedo, Sergio Cohn e Armando Freitas Filho) chegaram em cinco nomes. São eles: Fabrício Corsaletti, Ana Martins Marques, Angélica Freitas, Alice Sant’Anna e Leonardo Gandolfi.

Confira as entrevistas completas no site 
 
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário