quinta-feira, 25 de abril de 2013

Palavra de quem já participou - Nícolas Nardi

As inscrições do Concurso Poemas no Ônibus e no Trem estão abertas. Não importa a idade, o que importa é participar!
  
A Coordenação do Livro e Literatura pediu depoimentos de alguns dos selecionados da edição 2012 do concurso para estimular sua participação.


Hoje vamos saber um pouco mais sobre Nícolas Nardi e seu poema Romeu e Marieta, que está circulando pelos ônibus da capital.

Nícolas Nardi, 19 anos, técnico em química em formação, aspirante a estudante de letras. Tem como inspiração: Paulo Leminski, Mário Quintana, Arnaldo Antunes e Fernando Pessoa.

CLL - O que você tem a dizer sobre o Concurso?

Nícolas Nardi - Em um momento que eu me perguntava se seria mesmo o caso de investir ou não nas minhas palavras, sai o resultado do concurso e, mesmo sabendo que, não necessariamente aqueles que venceram são os melhores, saber da premiação foi um belo retorno ao meu trabalho, com isso, foi a mim possibilitado, aparecer no site da escola e receber carinho de todo o pessoal que acreditava no que eu fazia(faço). Foi um pequeno grande passo. Tive noção de como é uma sessão de autógrafos do lado de lá da mesa. Fiquei super empolgado quando entrei no ônibus esses dias e vi que tinham trocado as matrizes dos poemas, o meu não estava lá, mas já fiquei extasiado, louco de vontade de achar o meu. Quando soube, por amigos, qual linha estava a matriz do meu poema foi emocionante. Ainda conversando com professores, fico feliz de ser citado em momentos de integração quando eles falam da escola e dos incentivos que ali surgem. O poema no ônibus, espero eu, é só a primeira palavra do meu caderno. Ainda tem muita folha em branco.

Segue abaixo o poema de Nícolas:




Nenhum comentário:

Postar um comentário