quarta-feira, 13 de março de 2013

Livros sobre Porto Alegre

A 51ª Semana de Porto Alegre começa neste sábado (16) e vai até a próxima terça (26). Neste período, a Biblioteca Pública Josué Guimarães (Erico Verissimo, 307) estará com uma  exposição especial dos livros sobre a cidade.
PS: os livros, diferentemente de outras exposições, podem ser retirados.
   
Veja abaixo alguns dos títulos que estarão à disposição:


Porto Alegre - Cenas urbanas, Paisagens rurais (Edição do Autor, 2008)
O grande fotógrafo Eurico Sales expõe em suas fotos uma delicadeza e uma sensibilidade na corriqueira rotina porto-alegrense. Ainda contém textos e apresentações feitos somente para o livro, como Moacyr Scliar, Ruy Carlos Ostermann, Luiz Coronel, Luís Augusto Fischer e Antonio Fagundes.




 Álbum de Porto Alegre (Editora Nova Roma, 2007)
Organizado por Marcos Lindenmayer, o álbum contém fotos de 1860 a 1930 da cidade alegre.
Nas fotos antigas, vê-se um panorana de uma Porto Alegre que já não existe mais, como, por exemplo, o Palácio do Governo, que daria lugar ao atual Palácio Piratini. A fotografia foi tirada em, aproximadamente,1880.


Usina do Gasômetro (Centro Cultural, 2001)
Organizado, escrito e editado por Luiz Sérgio Metz, Luís Augusto Fischer, Flávio Wild e Luiz Carlos Felizardo.
"Produzir uma obra que retrate a Usina do Gasômetro é homenagear o espírito criativo dos porto-alegrenses. Símbolo e templo de cultura, a Usina é hoje referência da produção artística da cidade, sendo cenário para várias exposições, oficinas de ideias, palco de debates cidadãos, tela onde se plasmam sonhos e realidades." Tarso Genro - à época, prefeito de Porto Alegre.


 Rua da Praia - Um Passeio no Tempo (Libretos, 2010)
 Textos de Rafael Guimaraens; fotos de Marco Nedeff; e belíssimas ilustrações de Edgar Vasques.
"Por ela, marcham Osvaldo Aranha e Flores da Cunha no assalto ao quartel. O pequeno Getúlio Vargas desfila a grandiosidade do poder. Mario Quintana flutua do Majestic ao coração da rua. O olhar fotográfico do cavalieri Calegari, na barulhenta quadra dos italianos, antes do esplendor cinematográfico da Praça Alfândega, repleta de livros e aventuras, eternizadas pela crônica mundana." - trecho do livro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário