segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Mulher: quem faz poesia na América Latina.

Woman Reading | Pablo Picasso | 1953
Nestas férias da verão a CLL preparou uma sessão sobre a Produção Feminina de Poesia na América Latina, apresentaremos algumas poetas, conversaremos com a professora Cinara Pavani Ferreira (UFRGS) - que desenvolveu atividades de docência e pesquisa envolvendo questões sobre Teoria Literária, Poesia, Memória e Literatura de Mulheres.

A história da mulher na América Latina, desde os dias da Conquista até meados do século XXI, é uma história de submissão e libertação. No começo do século XX aconteceram mudanças muito importantes: não só se fortaleceu a luta pelos direitos civis em todo o mundo; mas também se apresentaram novas possibilidades no campo educativo e laboral. O direito ao voto, o acesso irrestrito as Universidades a promulgação da Lei do Divórcio foram o resultado da perspectiva de muitas mulheres que manifestaram seu direito de dignidade. Não só na militância política como também no âmbito da cultura. A participação feminina na vida contemporânea da América se traduziu de uma maneira notória dentro da literatura. Desde as primeiras décadas do século XX, poetas como a chilena Gabriela Mistral, as uruguaias Juana de Ibarborou e Delmira Agustini, a argentina Alfonsina Storni, as brasileiras Rosalina Coelho Lisboa, Hilda Hist, Lara de Lemos, entre outras, renovaram o ponto de vista do feminino en uma sociedade paternalista. 

A CLL irá apresentando-as de país em país. Hoje começamos com o nosso irmãozito Uruguay, país onde não só a poesia de Benedetti versa. Fica ligado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário