domingo, 9 de dezembro de 2012

Prêmio Açorianos: Dom Segundo Sombra

Dom Segundo Sombra, traduzido por Aldyr Garcia Schlee, é finalista do Prêmio Açorianos de Literatura 2012 na categoria Especial.
Dom Segundo Sombra (Ardotempo, 2012), de Ricardo Güiraldes, traduzido por Aldyr Garcia Schlee, escritor e romancista, é finalista do Prêmio Açorianos de Literatura 2012 na categoria Especial, o livro concorre com O Tempo e o Rio Grande nas imagens do Arquivo Histórico do RS, organizado por Rejane Penna (IEL) e Os 50 anos da legalidade em imagens, organizado por Claudio Fachel e Camila Domingues (Corag). 

Dom Segundo Sombra, um clássico da literatura argentina, considerado o maior romance sobre o gaúcho, originou-se da memória e da imaginação de Ricardo Güiraldes, quando estava em Paris, para diminuir a nostalgia que sentia por sua terra. 

Aldyr Garcia Schlee é tradutor premiado de Facundo – Civilização e Barbárie, de Domingo Faustino Sarmiento (Prêmio Açorianos de Tradução, 1997) e autor da última edição crítica de Contos Gauchesco e Lendas do Sul, de João Simões Lopes Neto (2006). A tradução de Dom Segundo Sombra é comentada e contém elucidário de sua autoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário