quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Prêmio Açorianos: Enquanto água


Altair Martins, já vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura  na categoria Narrativa Longa e Livro do Ano, em 2009, é agora finalista da edição 2012 na categoria Conto, com o livro Enquanto água. 

                       
Altair Martins, escritor gaúcho, já vencedor do Prêmio Açorianos de Literatura na categoria Narrativa Longa e Livro do Ano, 2009, com o livro A parede no escuro, volta a figurar com destaque no Prêmio Açorianos de Literatura 2012, agora com o livro Enquanto Água (Editora Record, 2011), finalista na categoria Conto.

Nesta obra, Altair Martins, explora a metáfora da água como um balizador para a maioria dos contos do livro. Enquanto água, o quinto livro de contos do autor, é dividido em quatro capítulos de grupos de histórias, cada um segue uma impressão, como "Chuva na cara", "Depois da Chuva", "Garoa", "Água com gás", que se ramificam num total de 18 textos. Martins, ao explorar a temática da água, do mar, suas idas e vindas, transforma a água, como símbolo, em atmosfera-comum que permeia todo o livro, sendo o ponto de união e também de dispersão. 

Com essa liquidez de trama, o autor analisa tanto o cotidiano corriqueiro, os dramas familiares, um pescador e sua família, disputas entre sogro e genro, e a comemoração do aniversário de uma neta, entrelaçados pontos que se resolvem pela atuação externa da natureza que influencia as personagens. Além disso, abre também espaço para reflexões sobre o real e a fantasia e seus pontos de intersecção, além de explorar a narração ao fazer experimentações linguísticas. 

Altair Martins, como já dissemos, gaúcho de Porto Alegre, nasceu em 1975. Além de escritor é professor no curso de formação de escritores ministrado pela Unisinos-RS e também leciona Literatura Brasileira no Colégio Marista Rosário. Possui a formação de tradutor em Língua Francesa pela UFRGS, além de ser mestre pela mesma universidade em Literatura Brasileira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário