quarta-feira, 13 de junho de 2012

Um DJ na Santa Ceia

Amanhã ocorre o evento de pré-lançamento do livro Na ponta da agulha, de Claudinho Pereira, aqui no Centro Municipal de Cultura Lupicínio Rodrigues, às 19h. O livro contará as memórias do primeiro DJ de Porto Alegre sobre suas muitas atuações em discotecas e na nightlife da capital. 

Toda a cidade já sabe da conexão da trajetória de Claudinho com música e cultura em geral. Mas existem também as conexões literárias da história do DJ: a primeira é bíblica, pois Claudinho clama, em virtude de seu status de primeiro DJ de Porto Alegre, ter sido "o DJ da Santa Ceia". Segundo ele, só não saiu na "foto", porque "Judas pediu para buscar mais vinho".

Mas saiu nesta versão inédita, tirada alguns segundos antes da versão conhecida.
As outras obras literárias recorrentes na noite de Porto Alegre são os livros de Lewis Carroll (pseudônimo) Alice no país das maravilhas e Alice através do espelho (ou no país do espelho, dependendo da tradução). No caso, uma das casas noturnas onde Claudinho comandava nos anos 70 o som deriva seu nomes do segundo livro sobre Alice de Carroll: a boate Looking Glass (que remete a Alice through the looking glass, título da obra em inglês). A primeira danceteria na qual Claudinho discotecava também pode ser associada aos clássicos de Carrol: chamava-se Crazy Rabbit (coelho maluco), e - talvez- pode ser o produto do amálgama entre os personagens do livro Chapeleiro Maluco e o Coelho Branco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário