sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Evoé, Caranaval, vol. 2

Para comemorar esses dias de farra generalizada que se aproximam, vamos recuperar dois posts que fizemos em fevereiro do ano passado, tratando justamente da relação entre a literatura e o carnaval. 



Boa leitura, a gente se vê depois da quarta-feira de cinzas:
Evoé, Carnaval!
Para além da doce libertinagem que se apossa dos foliões durante quatro dias de festa, o carnaval também é matéria prima para produções artísticas sofisticadas. O momento dionisíaco a que nosso país se entrega e se deixa levar nos últimos dias de fevereiro ou começo de março representa um rico arcabouço folclórico onde a ruptura da ordem estabelecida e a desierarquisação se tornam realidade no Brasil.

A literatura na avenida
Uma coisa podemos afirmar: as escolas de samba adoram levar a literatura para a avenida! Fazendo uma breve pesquisa sobre o tema, percebemos que os autores, suas obras e seus personagens são enredos decorrentes no carnaval.



Nenhum comentário:

Postar um comentário