terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Retrospectiva Açorianos: 2000

Vencedor na categoria narrativa longa: A torta do Girassol, de Rosângela Mello.

O Prêmio Açorianos do ano 2000 teve a precisão de destacar grandes nomes da escrita gaúcha contemporânea. Nessa edição, foram premiados, por exemplo, Altair Martins (conto) , David Coimbra (crônica), Jaime Vaz Brasil (poesia), Carlos Urbim (prêmio especial), Sandra Pesavento (ensaio de literatura) e Sério Capparelli (literatura infantil). Autores que hoje se tornam cada vez mais reconhecidos. 

Já na categoria narrativa longa, uma surpresa. Rosângela de Mello foi a vencedora, desbancado títulos como Lâmina Cega, de Luís Dill, e Tratado da altura das estrelas, de Sinval Medina. 

A novela conta sobre a vida de uma jovem que oscila entre dúvidas e inseguranças. Sua relação de afeto com a família, com os amores que aparecem e com todas as pessoas em geral é revista pela personagem a partir de diversas reflexões. A narrativa se sustenta em cima de experimentalismos lingüísticos bem elaborados, não se perdendo, pelo contrário, usando da força resultante dessa escolha para dar potência ao enredo. Sua linguagem e a associação com a temática feminina se aproximam da obra de Clarice Lispector, ambas compactuando da mesma voltagem de escrita. Mas Rosângela também possui outras características suas que agrega ao estilo usado, como a presença de um humor próprio e acentuado. 

O livro também foi vencedor no concurso Os Doutos Anônimos da Casa do Saber, promovido pelas pró-reitorias de Extensão e de Recursos Humanos da UFRGS. Além de conquistar o Açorianos de melhor narrativa longa, também recebeu o troféu de autora revelação do ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário