quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Rotina de Manuel Bandeira

No dia 13 de outubro de 1968 falecia um dos maiores poetas brasileiros, aquele que Paulo Mendes Campos disse ter sido "talvez o último que podia estabelecer um compromisso consciente entre a sintaxe tradicional e a inovação da linguagem" -- Manuel Bandeira.

Para relembrar a figura de Bandeira, não há indicação melhor do que o documentário dirigido por Joaquim Pedro de Andrade, intitulado O Poeta do Castelo. O curta-metragem foi realizado em 1958 e mostra o dia a dia do poeta: ele escreve, sai às ruas, bebe leite e recita alguns de seus poemas, tudo num clima bastante familiar (curiosamente, Bandeira era padrinho do diretor).

Nenhum comentário:

Postar um comentário