segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Ilha Deserta com Cláudio Moreno

O que um mestre em Língua Portuguesa e doutor em Letras levaria para uma Ilha Deserta? A habilitação em Português e Grego do escritor e professor Cláudio Moreno sugere algumas alternativas, mas como um apreciador da língua portuguesa, Moreno escolhe uma obra para deliciar-se não só com o conteúdo, mas com cada palavra.

Qual livro você levaria para uma ilha deserta?

Cláudio Moreno - Que livro eu levaria para uma ilha deserta? Respondi a esta pergunta várias vezes, em diferentes momentos da minha vida, e tenho de confessar que o leque de escolhas foi se estreitando com o tempo. Se fosse pelo encantamento, eu ficaria com a Odisseia, de Homero — mas embora eu possa lê-la novamente todos os anos, acho que seria mais prudente eleger uma obra que aguentasse mais tempo na solidão de uma ilha. Já As 1001 Noites, em sua versão completa, têm bastante mais músculos; sendo uma obra no mínimo dez vezes mais volumosa que o livro de Homero, garantiriam alimento intelectual da melhor qualidade para muitos anos de consumo. Esta seria a minha escolhida, se não tivesse um concorrente muito mais rico e poderoso: o dicionário. Para quem sabe explorar suas extensas colunas, um bom dicionário é a verdadeira caverna de Ali Babá, pois permite infinitas leituras, servindo cada palavra como uma espécie faísca que acende a memória e a imaginação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário