quinta-feira, 28 de julho de 2011

O que, Arnaldo

Arnaldo Antunes subiu no palco do Teatro de Câmara Túlio Piva agradecendo a presença de todos e a oportunidade de, num mesmo evento, falar e apresentar música e literatura, duas paixões indissociáveis na vida do artista. 


Arnaldo começou a conversa falando sobre um sintoma comum nos dias de hoje: ser multimídia. A interação das linguagens é cada vez mais explorada, as artes são cada vez mais abrangentes. No entanto, o artista confessou que sente dificuldade de aceitar aquilo que chamam de alta e baixa cultura.

- Eu vivo preconceitos das duas áreas. As mais cultas desprezam a música popular, não a consideram cultura, como a literatura, por exemplo. Ao mesmo tempo, as pessoas da mídia acham que para fazer sucesso tem que ser alguma coisa banal, não pode ser sofisticado. Eu trabalho para derrubar essas fronteiras.

O músico falou ainda sobre sua carreira com os Titãs, seu trabalho com Marisa Monte e Carlinhos Brown, seus livros publicados, suas composições. Ao final, abriu espaço para perguntas, quando o público aproveitou para elogiar seu trabalho e sua contribuição para a música brasileira.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário