terça-feira, 26 de julho de 2011

História Viva

Hoje foi a vez do professor Voltaire Schilling lotar a Sala Álvaro Moreyra. Ao falar de Brasil durante os anos de 1954 e 1964, o historiador descreveu com riqueza de detalhes cenas vivas em sua momória. Começou relembrando o dia em que Getúlio morreu: 


- Meu primeiro pensamento foi "ótimo, hoje não teremos aula". 

E como se impressionou com o que viu acontecer no país.

- O morro inteiro do Rio de Janeiro desceu para o enterro do presidente, via-se gente como nunca tinha visto junto, todos lamentando a perda de um homem que a mídia chamava de monstro. Era a imprensa em oposição à realidade. Mas em 24 horas se viu mudar a imagem de Getúlio.

Após pontuar alguns acontecimentos importantes, o historiador seguiu retratando o cenário brasileiro da época para explicar os possíveis fatores que levaram ao suicídio de Vargas, entre eles o início da exploração de petróleo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário