quarta-feira, 1 de junho de 2011

Para assustar e comover

Considerado o grande nome da crônica brasileira dos anos 60, José Carlos Oliveira, o Carlinhos Oliveira (1934-1986), ganhou notoriedade como colunista do Jornal do Brasil.

Carlinhos iniciou carreira aos 18 anos nos jornais de Vitória, mudando-se no começo dos anos 50 para o Rio de Janeiro, onde passaria por empresas como a revista Manchete e o Diário de Notícias.

Com um estilo de texto direto e bem humorado, suas crônicas por vezes repletas de palavrões e obscenidades abordavam temas que variavam do cinema e da literatura ao futebol, trespassadas por narrativas carregadas de sexo, drogas e violência.




Além dos livros escritos em vida, Carlinhos seria lembrado com o lançamento, em 1995, do Diário da Patetocracia, seleção de crônicas publicadas no Jornal do Brasil durante o ano de 1968 que formam um testemunho dos acontecimentos sociais e políticos que culminaram com o AI-5.







Esses
livros estão disponíveis em nossa biblioteca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário