terça-feira, 31 de maio de 2011

O POETA DAS AMÉRICAS

Em 31 de maio de 1819 nascia Walt Whitman, aclamado o maior poeta das Américas. Whitman cantou a democracia, a terra e o homem. Escreveu os belíssimos Leaves of Grass (Folhas de Relva) e Song of Universal (Canção do Universal). Durante sua vida atuou como jornalista e ensaísta, o que possibilitou seu posicionamento público a favor da democracia e da liberdade.
No Brasil, ainda não temos uma tradução definitiva da obra completa de Whitman. Uma das poucas publicações recentes é a tradução de Rodrigo Garcia Lopes, pela Editora Iluminuras.

Abaixo, trecho do poema Song of Myself e a indicação bibliográfica.

I celebrate myself, and sing myself,
And what I assume you shall assume,
For every atom belonging to me as good belongs to you. (Song of Myself)

Eu celebro a mim mesmo, e acanto a mim mesmo,
E o que pretendo, tu pretenderás.
Pois cada átomo que me pertence também lhe pertence. (Canção a mim mesmo, Trad. de Leopoldo Fontanelle).









Folhas de Relva. Iluminuras, 2008. 324ps.; R$ 47,00.










Selected Poems. Gramercy Books, 1996. 224ps.; 22,88.

Nenhum comentário:

Postar um comentário