sexta-feira, 6 de maio de 2011

Descoberta do Inconsciente

Há 155 anos nasceu Sigmund Freud em Freiberg, Morávia, região pertencente ao Império Austro-húngaro, hoje República Tcheca. Viveu uma infância de privações dividindo o teto com seus sete irmãos mais novos. O momento histórico de sua juventude foi de inúmeras restrições ao povo judeu da região, mesmo assim Sigmund conseguiu completar a educação básica e entrar na faculdade de medicina em Viena. Lá, foi aluno de Charcot, médico famoso por praticar a hipnose no tratamento de variados traumas. O próprio Freud acolheu com entusiasmo as doutrinas de seu mestre e chegou a praticar a hipnose em diversos pacientes.
Um traço marcante da personalidade de Freud foi a busca obsessiva por uma teoria generalizante que conseguisse abarcar a totalidade da complexidade do gênero humano. Esta fixação o levou muitas vezes a rechaçar seus companheiros e discípulos de psicanálise. Como aconteceu em 1914, ao romper as relações com o aluno e colega Carl Jung.
Todavia, o legado do trabalho de toda sua vida, ainda hoje constitui os pilares que sustentam a psicologia moderna. Obras como A Interpretação dos Sonhos, O Mal-estar na Cultura e Totem e Tabu são discutidos diariamente por intelectuais de várias áreas do conhecimento.

Leia mais:
Freud - O Lado Oculto Do Visionario, Louis Breger
(Manole, 2002. 623 ps; R$ 86,00)




O Mal-estar na Cultura, Sigmund Freud
(L&PM, 2010. 1992 ps; R$ 14,00)

Nenhum comentário:

Postar um comentário