sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Sala de Leitura

Porto-alegrense de 1972, Leticia Wierzchowski estreou na literatura em 1998, com o livro O anjo e o resto de nós, mas foi com a obra A casa das sete mulheres, adaptada para a TV em 2003, que a autora passou a ser conhecida nacionalmente. Considerada uma das das maiores revelações da literatura nacional do início do século XXI, Letícia, que já publicou 15 livros, nos contou o que anda escrevendo, lendo e recomendando!

CLL - O que está escrevendo?
Leticia - Estou envolvida com um novo romance... numa fase ainda difícil de definir o livro, que já tem um título provisório. É uma história entre um homem fugido da guerra e uma moça que trabalha de camareira num hotel. Se passa, em boa parte, no Uruguai.

CLL - O que está lendo?

Leticia - Hoje comecei a ler um romance de um grande autor polonês, Andrzej Kusniewicz. Chama-se O rei das duas Sicílias.

CLL - E o que recomenda como leitura?
Leticia -
Estava aqui hoje pensando em reler um livro do qual gosto muitíssimo... Rumo ao Farol, da Virgínia Woolf. Um romance belíssimo, emocionante. Uma grande leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário