segunda-feira, 25 de outubro de 2010

+ que Prosa, entrevista com Duca Leindecker

Na quinta-feira, Duca Leindecker e Thedy Corrêa participam da 2º edição do projeto + que Prosa, na Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães. Adiantando um pouco o que eles vão conversar, Duca responde:

CLL – Qual a relação entre música e literatura?
Duca – Para mim, é total. Faço o uso de versos e poesias, que depois são transformados em músicas.

CLL – Algum livro te inspira?
Duca – Já compus tantas músicas e li tantos livros, que com certeza fui muito influenciado. Um dos livros foi Em Busca do Tempo Perdido, de Marcel Proust, que tenho até uma música chamada “À la recherche”. Mas o que realmente me influencia são os filmes, tanto que um dos meus CDs foi batizado de Girassóis da Rússia e também tenho uma música que se chama Dia de Fúria.

CLL – Como que é a tua relação com o Thedy?
Duca – Já fizemos algumas parcerias musicais, ele gravou uma versão de Pinhal, e fez participação na gravação do CD Girassóis da Rússia, e eu participei da gravação da música Paz e Amor do Nenhum de Nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário